Confea/Crea e Mútua

Sociedade

Profissionais

Estudantes

Imprensa





  • Editais de licitação
  • Biblioteca e arquivo
  • Lideranças da Engenharia do Brasil em visita oficial em Bagé

    Bagé, 29 de maio de 218.


    Lideranças do Sistema Confea/Crea reunidas em Bagé
    Lideranças do Sistema Confea/Crea reunidas em Bagé

    “Momento histórico”. O reconhecimento foi unânime entre a comunidade da área tecnológica da cidade de Bagé (RS), ao receber na segunda-feira (28) a visita do presidente do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), eng. civil Joel Krüger, convidado para a aula inaugural dos cursos de Agronomia e Engenharia Civil da Urcamp, além de uma agenda com atividades técnicas que contou com a participação dos inspetores de Bagé.

    O reconhecimento veio até mesmo do poder público, quando o prefeito de Bagé, Divaldo Lara, publicou o Decreto nº 069, de 17 de maio, declarando o engenheiro Joel Krüger como Hóspede Oficial do município.

    Recepcionado pelo 1º vice-presidente no exercício da Presidência do Crea-RS, eng. agr. Gustavo Lange, o presidente do Confea adiantou que a visita faz parte de uma ação de interiorização do Confea.  “A ação integra o projeto de interiorização da nova gestão e visa aproximar o Conselho Federal da realidade dos profissionais em suas regiões, com o objetivo de melhorar a atuação do Sistema em todo o País. Sair do circuito tradicional, da blindagem de Brasília, para ouvir as lideranças regionais e nos aproximarmos dos profissionais e estudantes da área, é importante para abrir um diálogo sobre temas da área para discussões do Plenário do Confea”, conta Krüger.

    Profissionais da região recebem a visita das lideranças do Sistema
    Profissionais da região recebem a visita das lideranças do Sistema

    A comitiva foi recepcionada por profissionais da região da Campanha, inspetores da Inspetoria de Bagé, conselheiros, dirigentes das entidades de classe, Neab e Abea, e a representante da Zonal Fronteira Oeste, eng. civ. Fernanda Cattelan, representando a Coordenadoria das Inspetorias do Conselho.

    A greve dos caminhoneiros também foi um tema abordado, no qual Krüger aproveitou para reiterar a necessidade de a Engenharia buscar o protagonismo nesta discussão. “Os nossos profissionais precisam aproveitar o momento para liderar o debate sobre os modais de transporte, pois detêm o conhecimento técnico para essa mudança”, avaliou.

    Krüger é homenageado com placa na Inspetoria de Bagé
    Krüger é homenageado com placa na Inspetoria de Bagé

    Na comitiva do presidente do Confea, o conselheiro federal, eng. agr. João Bosco Andrade Lima, também falou sobre a atual situação do Brasil. “O modelo rodoviário é frágil. E é preciso levar a sério”, apontou.

    Já o eng. agr. Arício Resende Silva, presidente do Crea-SE, falou sobre a diferenciação da agricultura em um Brasil com dimensões tão continentais. “Bagé tem uma prática de agricultura diferenciada. É importante conhecer mais de perto”, avaliou.

    Também integrante da comitiva, o eng. agr. Francisco Antônio Silva de Almeida, presidente do Crea-GO e coordenador do Colégio de Presidentes, falou sobre o projeto de interiorização. “O Brasil é imenso e interagir é importante entre as lideranças da Engenharia”, apontou.

    “Muito relevante”, assim destacou o inspetor-chefe, eng. civ. Antonio Luiz Arla da Silva, sobre visita do presidente Joel à cidade de Bagé. “Em 41 anos da Inspetoria do município, receber esta visita demonstra a valorização da categoria junto às inspetorias”, apontou.

    <span class="img">Reunião com prefeito serviu para discutir questões da Lei do CAU</span>
    Reunião com prefeito serviu para discutir questões da Lei do CAU


    Audiência com o prefeito
    Tratado como Hóspede Oficial do Município, o presidente Krüger reuniu-se com o prefeito de Bagé, Divaldo Lara, que reconheceu a importância do suporte técnico para soluções na administração pública e de mudanças necessárias para facilitar o trabalho do gestor.

    Reafirmada por Krüger, quando ressaltou que a questão técnica precisa estar incorporada na rotina dos projetos dos gestores públicos. “Quando isto acontecer, o administrador conseguirá planejar e encontrar as melhores soluções para questões como licitação e licenciamento ambiental”, apontou, lembrando o prefeito que a obra mais cara é aquela que não termina, pois prejudica a população.

    <span class="img">Inauguração Sala do Profissional</span>
    Inauguração Sala do Profissional

    Sala dos Profissionais
    Na ocasião a comitiva inaugurou a Sala dos Profissionais, que passou a se chamar Sala Joel Krüger, uma homenagem dada pelo prefeito ao presidente do Confea.

    Antiga reivindicação dos profissionais de Bagé, a sala se concretizou com a união entre o Núcleo de Engenheiros e Arquitetos de Bagé (Neab), o Crea-RS e a Prefeitura de Bagé, por meio da Secretaria de Gestão, Planejamento e Captação de Recursos (Geplan) que possibilitou a criação da Sala do Profissional em Bagé.

    O coordenador da Câmara Especializada de Engenharia Civil do Crea-RS e representante do Neab, eng. civ. Márcio Marun, falou sobre esta demanda dos profissionais da área tecnológica do município. “Só foi concretizada com a aproximação com o secretário Eduardo Deibler”, assegurou Marun.

    A Sala tem como objetivo realizar atendimento específico para os profissionais da área, realizando análise de projetos, oferecendo assessoria e fornecendo sugestões para os interessados. Os responsáveis pelo setor serão técnicos da Prefeitura de Bagé.

    A sala, que foi disponibilizada pela Prefeitura, tem todo mobiliário cedido pelo Crea-RS. “O Neab executou melhorias no espaço que também servirá como sala de reuniões para debates de assuntos referentes à área”, explicou Marun.

    Aula inaugural: A Engenharia que Move o Brasil
    Na palestra que ministrou na noite de segunda (28) na Universidade da Região da Campanha (Urcamp), Joel Krüger traçou um panorama atual sobre a realidade do mercado de trabalho da área da Engenharia, apresentando dados que contribuíram para ver a perspectiva da situação econômica do Brasil.

    Mesa de abertura da palestra na Urcamp
    Mesa de abertura da palestra na Urcamp

    Na abertura do evento que fez parte das celebrações dos 48 anos do curso de Agronomia da Urcamp, o mais antigo da região, a reitora da universidade, eng. civ. Lia Maria Herzer Quintana, falou sobre o papel do Crea nas habilitações dos profissionais. Destacou ainda o fato de o curso de Engenharia Civil da Urcamp ter recebido nota 4, em uma escala de avaliação de 1 a 5 realizada pelo Ministério da Educação (MEC). “O que mostra que estamos no caminho certo”, elogiou.

    A coordenadora do curso de Agronomia da Urcamp e conselheira do Crea-RS, eng. agr. Eliana Valente Silveira, aproveitou para a agradecer a presença de alunos e professores presentes mesmo com a greve dos caminhoneiros.

    Krüger enfatiza a força da Engenharia em momentos de crise
    Krüger enfatiza a força da Engenharia em momentos de crise

    Em tom otimista, o presidente do Confea falou ainda sobre a história da Engenharia e da Agronomia e as perspectivas do setor para as próximas décadas. Também reforçou a necessidade da formação continuada para os profissionais. “Um estudante que conclui um curso agora não vai conseguir exercer a profissão, por décadas, sem uma atualização constante. É preciso estar sempre se reinventando”, ensinou.

    Apontou ainda as diferenças do papel do Conselho, que trabalha em defesa das profissões, com o de um sindicato, por exemplo, que atua visando ao profissional.

    Outra questão abordada por ele foi o reflexo direto Engenharia e Agronomia com a atual situação econômica do País. “A Agronomia sente um reflexo menor em razão dos negócios de exportação. Mas a Engenharia depende diretamente da situação econômica do País. Por isso, serão duas áreas de protagonismo na recuperação econômica brasileira”, explicou.

    Para ele, um dos maiores indicativos sobre o mercado de trabalho é o PIB brasileiro. “Se tiver acima de 3, significa que há escassez de profissionais da Engenharia”, apontando neste momento um quadro completamente ao contrário.

    Mas, para ele, logo o Brasil vai voltar a crescer e a utilizar as melhores técnicas de Engenharia. “Com a educação e a defesa e o fortalecimento de empresas de soberania nacional, como Petrobras e as do setor elétrico, vamos recuperar o trabalho técnico, pois os nossos profissionais são os agentes da vanguarda e do desenvolvimento nacional”, alegou.

    Dialogou ainda com a plateia em temas como Ensino a Distância, Exame da Ordem, apontando que o Confea se posiciona contra os cursos 100% EaD. Todas estas questões apontam, segundo ele, para uma maior aproximação e diálogo como Ministério da Educação. “Um Conselho multiprofissional como o Sistema Confea/Crea não pode ficar de fora deste debate e precisa participar da discussão da velocidade com que novos cursos de Engenharia surgem no mercado, propondo critérios e filtros para os interesses estratégicos”, finalizou.

    Texto e fotos: Ascom Crea-RS


    Enviar para amigo

    Notícias

    Busca

    Texto:

    Data inicial:

    / /

    Data final:

    / /


    SEPN 508 - Bloco A,
    Ed. Confea - Engenheiro Francisco Saturnino de Brito Filho
    CEP: 70.740-541 - Brasília, DF
    Telefone Geral: (61) 2105-3700

    Quem é quem | Politica de privacidade | Todos os direitos reservados