Confea/Crea e Mútua

Sociedade

Profissionais

Estudantes

Imprensa





  • Editais de licitação
  • Biblioteca e arquivo
  • Homenageados com a Inscrição no Livro do Mérito

    Francisco Assis Portela

    15/08/2015

    Engenheiro civil classista e engajado em causas sociais, Francisco Assis Portela (4/10/1922 – 17/11/2011) foi um profissional que se dedicou à Engenharia por 57 anos, dos 89 vividos. 

    Filho de Pedro Nolasco Portela e Ana Maria Portela, Francisco nasceu e foi criado em Salvador (BA). Casado com a economista Maria Gonçalves Guimarães Portela, criou e educou dois filhos: Ana Maria Portela, hoje pedagoga, e Francisco Assis Portela Filho, que seguiu a mesma profissão do pai.

    Leia mais!

    Arlindo Coelho Fragoso

    14/08/2015

    Cerca de seis mil pessoas transitam na Escola Politécnica da Bahia e outros milhares passam diariamente pela Avenida 7 de Setembro, em Salvador. O que esses transeuntes têm em comum são as mãos visionárias e criadoras de um engenheiro chamado Arlindo Coelho Fragoso, nascido no século retrasado e vivido até a década de 1920.

    Baiano da cidade de Santo Amaro da Purificação, Arlindo passou sua infância e adolescência entre as cidades portuguesas de Porto e Lisboa. Quando regressou ao Brasil, estudou na Escola Politécnica do Rio de Janeiro, então capital do Império. De volta à Bahia, em 1896 Arlindo começou a articulação entre colegas de profissão para a criação do Instituto Politécnico da Bahia, que viria a se transformar, um ano depois, na Escola Politécnica da Bahia.

    Leia mais!

    Ésio do Nascimento e Silva

    13/08/2015

    “Quem vive o associativismo de forma consciente, participativa e atuante descobre que estar em uma entidade de classe, não é apenas se fazer presente nas reuniões ordinárias, extraordinárias e assembleias gerais. É, acima de qualquer coisa, um modo de vivenciar a cidadania. Portanto, contribuir para que sua organização profissional seja enriquecida, desenvolvida, ousada e participativa é o que uma associação de classe pode e deve fazer, valorizando o exercício profissional e a cidadania.”

    Essa mensagem de incentivo foi assinada em artigo por Ésio do Nascimento e Silva.  Esse registro, na verdade, representa o legítimo engajamento vivido por um engenheiro agrônomo que abraçou o trabalho associativo no Sistema Confea/Crea e Mútua, até os últimos dias que dispôs de saúde.   

    Leia mais!

    Emílio Façanha Mamede Neto

    12/08/2015

     Ele chegava com sua moto, tirava a bengala dobrável do bagageiro e seguia seu caminho. Essa é uma das lembranças que seus amigos e sua esposa guardam de Emílio Mamede. A história do engenheiro é composta por vitória atrás de vitória: de recuperações de complicações na válvula do coração e dissecções de aorta a voltar a andar depois de ficar três meses com as pernas dormentes. “Era um guerreiro”, define a esposa, Maria Alice Mamede.

    A história da carreira de Emílio começa pelo pai - engenheiro de Minas e Energia - e por seu entusiasmo com números e ciências exatas. “Ele era apaixonado por Engenharia”, conta Maria Alice. Emílio foi o responsável pelas obras civis da implantação de redes telefônicas em Brasília, ainda na década de 1970, com a Telebrasília. Também na capital do país sua construtora – Navarro Mamede - acompanhou a construção de escolas, embaixadas e obras para a Caixa Econômica Federal. 

    Leia mais!

    José Messias Miranda

    11/08/2015

     Uma das mais sublimes tradições culturais do povo brasileiro, a moda de viola tem como uma de suas marcas as histórias de personagens que emocionam. Quem nunca ouviu falar da saga de Chico Mineiro, clássico do repertório de Tonico e Tinoco? Muitos outros “causos” similares rondam o repertório do gênero pelo interior do país. Os 66 anos da trajetória do engenheiro agrônomo José Messias Miranda poderiam ser mais um desses enredos que enriquecem o imaginário. 

    O filho de dona Rosa Menegato e de seu Geraldo Diniz Miranda precisou batalhar muito na vida. O reconhecimento como “mestre” e uma pessoa tranquila e dedicada foi conquistado ao longo de atividades junto à Emater, à Epamig, ao Crea-MG e ainda por meio de inúmeras pesquisas acadêmicas acerca de produtividade, fitotecnia e melhoramento genético, notadamente para a cafeicultura. 

    Leia mais!

    1 / 3 Próxima »


    SEPN 508 - Bloco A,
    Ed. Confea - Engenheiro Francisco Saturnino de Brito Filho
    CEP: 70.740-541 - Brasília, DF
    Telefone Geral: (61) 2105-3700

    Quem é quem | Politica de privacidade | Todos os direitos reservados