Confea define sucessividade pelos próximos 10 anos a partir de 2021

Presidente Joel Krüger conduziu a última plenária do ano: Rosa dos Ventos, Cimeira e outras decisões estratégicas

Brasília, 16 de dezembro de 2019.

Com a esperança de que o processo de federalização do plenário, em discussão junto ao Planalto e ao Congresso Nacional, seja aprovado ainda em 2020, a plenária 1517 definiu, na última sexta-feira (13), a composição do plenário do Confea no período de 2021 a 2031, conforme o modelo da “Rosa dos Ventos”. A tabela apresentada pela Comissão de Organização, Normas e Procedimentos (Conp) foi aprovada com o desenho abaixo, em meio a uma sessão plenária marcada pela despedida dos conselheiros federais e outras decisões. De acordo com a Decisão PL-2373/2017, foi mantida a sucessividade de representações das modalidades/grupos profissionais do Plenário do Confea historicamente adotada: Civil/Industrial/Agronomia/Elétrica.

Tabela da Rosa dos Ventos para o período de 2021 a 2031

Posse
Ainda durante a Sessão de hoje, o conselheiro federal eleito eng. eletric. Manoel Menezes Vieira foi empossado para exercer o mandato de 2020 a 2022, como suplente da modalidade Engenharia Elétrica pelo estado do Pará (o titular é o eng. eletrotec. Daniel Sobrinho). “Agradeço aos engenheiros do Pará que nos conduziram à Plenária deste Confea. Esperamos poder colaborar com o engrandecimento da nossa profissão”, disse Menezes em seu primeiro pronunciamento como conselheiro federal.

Conselheiro Manoel Menezes Vieira ao tomar posse

GT Abalos sísmicos

Foi aprovado o relatório do Grupo de Trabalho Abalos Sísmicos em Maceió, informando que:

  • O tremor ocorrido em março de 2018 é característico de evento localizado e não regional como ocorre com fenômenos tectônicos;
  •  As deformações e abatimentos das cavidades deixadas pela extração do sal podem ter sido as causadoras do tremor e podem se agravar, necessitando-se de estudos mais detalhados, o devido monitoramento e eventuais ações de contenção;
  •  As rachaduras no bairro continuam em andamento, mesmo sem a influência da pluviometria, o que indica que são devidas à subsidência, que está em processo contínuo;
  •  As chuvas tendem a agravar a extensão dos fraturamentos e rachaduras em imóveis e logradouros;
  • Para um diagnóstico conclusivo dos estudos do Grupo de Trabalho, faz-se necessário ter acesso aos estudos da Braskem, os da CPRM Serviço Geológico do Brasil, e as informações exigidas pela Agência Nacional de Mineração - ANM à Braskem, assim como informações adicionais, ambos previstos no relatório final do Grupo de Trabalho;
  • Para evitar maiores danos, sugere-se que: as moradias localizadas nas zonas de maior risco, afetadas pelas subcidências, devem ser retiradas pelas autoridades, com a participação da mineradora, e alocadas em locais mais seguros; a área desocupada poderá ser destinada para criação de espaços verdes e de lazer.

 

Estratégias de comunicação e reuniões das coordenadorias

Os comunicadores do Confea, dos Creas e da Mútua irão se reunir nos dias 11 e 12 de março do próximo ano, em Brasília (DF), durante o Seminário de Comunicação do Sistema Confea/Crea e Mútua. A agenda, que foi aprovada pelo plenário nesta sexta-feira, terá a participação de 26 funcionários dos Regionais, além de representantes do Colégio de Presidentes, do Colégio de Entidades Nacionais, das Coordenadorias de Câmaras Especializadas dos Creas, do Conselho de Comunicação e Marketing e dos conselheiros federais Carlos Laet e Jorge Luiz Bitencourt.

Entre outras propostas aprovadas esteve a realização da Cimeira Bilateral em Brasília, no mês de fevereiro

O seminário é uma das ações propostas pelo Plano de Comunicação 2018-2020 e visa à integração das estratégias de comunicação do Sistema Confea/Crea. A próxima edição irá abordar temas como gestões de crises, inovações em comunicação, media training e comunicação organizacional, além de avaliações conjunturais entre Creas, Confea e Mútua relacionadas a novas oportunidades e trocas de experiência.

Ficou estabelecido também que, a partir de 2020, três das quatro reuniões das coordenadorias de câmaras especializadas e das comissões de ética sejam realizadas em Brasília. A proposta foi encaminhada pela Comissão de Ética e Exercício Profissional (Ceep). A maior interação do Confea com as coordenadorias e destas com as ações parlamentares e visitas a órgãos do governo federal estão entre as justificativas para a medida.

Cimeira em Brasília

A realização da Cimeira Bilateral em Brasília, no dia 6 de fevereiro, também foi aprovada na plenária. O evento semestral, realizado em Curitiba, em 30 de setembro e 1º de outubro, contará, no dia 5, com uma reunião técnica de integração dos empregados do Confea com os da Ordem de Engenheiros de Portugal (OEP) para a implementação de medidas para o trâmite digital de documentos. No dia seguinte, a Cimeira será realizada em Brasília. Foram autorizadas as participações do Presidente do Confea, dos 18 conselheiros federais, do coordenador do Colégio de Presidentes ou seu representante, do Coordenador do Colégio de Entidades Nacionais ou seu representante.

Beatriz Leal, Julianna Curado e Henrique Nunes
Equipe de Comunicação do Confea

Fotos: André Benício/Confea